Bienal do Livro 2017: Número de estandes diminui e organização aposta em eventos culturais


Seguindo os passos da Bienal do Livro de São Paulo, o evento que acontecerá no Riocentro terá 360 horas de programação cultural.

Com início marcado para 31 deste mês, a Bienal Internacional do Livro Rio de Janeiro acontecerá no Riocentro e contará com cerca de 197 estandes no local. Número bem parecido com a edição anterior – 195 – porém, com uma diminuição de 8% do espaço ocupado da edição anterior.

Considerada como um evento de marketing, as editoras dificilmente lucram neste período. Uma forma de atrair mais público e mantê-lo entretido, a Bienal do Rio está apostando em outros meios. Esse ano, serão 360 horas de programação cultural – um número bem maior que na edição de 2015 – que contará com espaços especiais e palestras que abordam todo o meio cultural.

Escritores, apresentadores, youtubers e atores farão parte de palestras que tratarão sobre feminismo, cidadania, religião, podcasts e muitos outros.Contando com a infraestrutura de transportes criada para a Olimpíada, a expectativa é que o público compareça, já que nas outras edições era possível ficar até três horas no trânsito para chegar no Riocentro. A Bienal Internacional do Rio custará em torno de R$42,3 milhões e é considerada maior que a edição Paulistana.

Programação dos expositores | Programação Oficial

InterLivro: Encontro Internacional de Profissionais do Livro

Aproveitando que a edição da Bienal Internacional do Livro Rio está chegando, a PublishNews, a Fagga e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) se uniram para realizar a segunda edição do InterLivro. O evento acontecerá no dia 1º de setembro e contará com diversas palestras sobre o mercado editorial.

Após o encerramento, serão entregues troféus aos ganhadores do Prêmio Jovens Talentos da Indústria do Livro 2017. A premiação levará um profissional para a Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha, com tudo pago.

A pré-inscrição é gratuita e pode ser feita nesse site e você pode conferir a programação clicando aqui.O evento conta com o apoio da Sextante, Bibliomundi, Casa da Educação, F1 Soluções, Ubook, Metabooks, Meta Solutions, BR75 e #CoisaDeLivreiro.
Faça a pré-inscrição e confira a programação.

Previous Após hiato, John Green volta a lançar livro
Next Stieg Larsson e sua contribuição à literatura policial

Suggested Posts

*Por Ana Paula Lima Lançado em 2015 no Reino Unido, “Vidas Muito Boas: as vantagens do fracasso e a importância da imaginação” da criadora de Harry Potter, chegará ao Brasil em 7 de outubro. A obra é baseada no discurso de J.K. na Universidade de Harvard. Considerada a escritora mais rica do mundo, segundo a …

0 44

  Por Kamila Ferreira No primeiro NM Indica, o tema é representatividade. Muito se fala, muito se faz, mas ainda não é suficiente. Não é diferente na literatura, em que negros/as, gordos/as e a comunidade LGBTT ainda não estão em papel de destaque, como protagonistas. quebrando paradigmas e estereótipos. Por isso, a Nova Millennium separou …

0 41

Para que o projeto desse certo, a editora fechou parceria com o ateliê Oito Mãos, uma empresa que constrói móveis com madeira recuperada, de maneira sustentável, transformando o estande em uma sala de leitura e ao mesmo tempo em vitrine do ateliê. Todos os móveis que compõem a decoração do estande estarão à venda.

0 45

O evento, inédito, será no Rio de Janeiro e reunirá histórias de crimes escritas especialmente por delegados, inspetores e peritos do estado Está marcada para os dias 8 e 9 de novembro a primeira Feira Literária Policial, que contará com obras escritas por brasileiros que, em seu dia a dia, possuem a missão de desvendar …

0 336

Prática é comum na Europa e está ganhando espaço no Brasil Por Ana Paula Lima O relator na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Lindbergh Faria, deu parecer favorável para o Projeto de Lei 49/2015. Essa PL determina que todas as livrarias, sejam elas físicas ou virtuais, poderão oferecer no máximo 10% de desconto …

0 48

“Leia. Seja.” foi anunciada ontem, na Bienal Internacional do Livro Rio Por: Kamila Ferreira *Foto: WMcCann/Miro O Sindicato de Nacional de Editores de Livros (SNEL) lançou nesta quinta, 31, a campanha “Leia. Seja.”, durante a abertura da Bienal do Rio. O objetivo principal é disseminar a leitura entre os cidadãos e, para atrair o maior …

0 43

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *