Millennium 5 vende um milhão de exemplares no mundo


Stieg Larsson, criador da hacker mais famosa do mundo e do jornalista destemido, faleceu em 2004

Por: Kamila Ferreira | Arte: Carol Carretto

Ontem, 20, David Lagercrantz anunciou no Facebook que, um mês após seu lançamento, O Homem que Buscava sua Sombra, quinto livro da série Millennium, vendeu um milhão de cópias no mundo todo, estando em listas de best-sellers de países como França, Holanda, Nova Zelândia, África do Sul e já está há três semanas na lista do New York Times.

Além disso, ele afirma que, com essa cifra, os cinco volumes da série já chegaram às noventa milhões de cópias vendidas. No Brasil, o lançamento foi simultâneo ao internacional, sendo publicado pela Companhia das Letras, que detém os direitos da série no país.

Confira a sinopse de O Homem que Buscava sua Sombra: Lisbeth Salander precisa passar um curto período atrás das grades, num presídio que também abriga uma das maiores criminosas da Suécia, de alcunha Benito. Na cela ao lado, ela observa uma jovem muçulmana acusada de matar o irmão sofrer ameaças constantes da gangue racista de Benito, a “dona” do pavilhão.
Mesmo sem ter acesso ao mundo exterior, Lisbeth dá um jeito de descobrir mais sobre as partes encobertas de sua infância traumática, depois que Holger Palmgren lhe apresenta pistas sobre um experimento pseudocientífico realizado com gêmeos. Claro que ela irá acionar o destemido jornalista Mikael Blomkvist para ajudá-la a desvendar esse mistério e a defender os desprotegidos, garantindo que os vilões paguem por seus crimes. Assim, a dupla está mais uma vez no cerne de um romance de tirar o fôlego, que aborda de modo fascinante muitas das graves questões que assombram o mundo hoje.

Previous Inspirada em obras de Jane Austen, “Orgulho e Paixão”, ganha data de estreia
Next Amazon estreia venda de eletrônicos no Brasil

Suggested Posts

Com organização da escritora Thati Machado, o concurso tem como objetivo dar mais visibilidade aos autores LGBTQIAP+ Por Kamila Ferreira A Rico Editora, em parceria com a plataforma de autopublicação Sweek, lançaram o concurso literário “Orgulho de Ser”, que resultará em uma antologia de mesmo nome a ser lançada na Bienal de SP. O livro será …

0 53

Sim, Jojo Moyes confirmou que haverá mais um livro contando a história de Louisa Clark. Still Me (Ainda Eu, em tradução literal) vai focar em Lou vivendo em Nova York, mas mantendo um relacionamento à distância com seu namorado, Sam. O lançamento lá fora será em 23 de janeiro de 2018, porém não há notícias …

0 46

Nascido Karl Stig-Erland Larsson, o sueco da pequena cidade de Skelleftehamn ganhou o mundo, mas não pôde ver sua história cruzando todos os continentes. Stieg, além de jornalista, era ativista e, através de seus textos (muito antes de criar Millennium), ele se destacava por denunciar e combater o racismo, machismo, fascismo e o neonazismo, enfim, dar …

0 81

Obra da autora nigeriana foi lançado em 2009 nos Estados Unidos e explora temas como desigualdade social e conflitos religiosos A nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie está conquistando a cada dia um público maior no mundo inteiro. Famosa por sua militância e palestras feitas no TEDTalks, ela utiliza seu poder de comunicação para expor seus pensamentos …

0 48

O recém-nascido selo Monomito Editorial lançará nesta quarta, 04, em São Paulo, seu primeiro título: “O ano em que conheci meus pais”, do paraense Toni Moraes. O evento será no Que Tal, na Vila Mariana, com direitinho aquela cerveja marota e um bate-papo bacana com o próprio autor. O Que Tal, além de bar, é …

0 73

O jovem é irmão do autor de John Green e deve lançar seu primeiro livro ano que vem Hank Green é produtor, músico e ficou conhecido pelo seu canal no youtube criado com seu irmão John Green. Em 2018 ele lançará seu primeiro romance intitulado An Absolutely Remarkable Thing – sem título em português – …

0 55

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *